<$BlogRSDUrl$>

quarta-feira, março 31, 2004

A nova RTP 

Parece que foi desta que deixamos de ter uma RTP cinzentona. Até a sigla RTP tem agora outro significado - Rádio e Televisão de Portugal. A principal jóia da nova coroa são os 900 metros quadrados de estúdio - o maior da Europa - que fazem agora as delicias de quem por lá trabalha e de quem assiste. Vários programas irão ser realizados a partir do mesmo estúdio. Tudo muito colorido e de aparência funcional aliado a uma nova imagem gráfica. Parabéns pela mudança! Tardou mas foi.

E agora?... 

Manuel Monteiro desafiou Marcelo Rebelo de Sousa para um debate televisivo. Tudo porque o comentador da TVI comparou o PND, de Monteiro, com a Frente Nacional, de Jean Marie Le-Pen. Ao que parece, Monteiro não gostou (compreende-se) do rótulo de extrema-direita, colocado pelo Professor, à Nova Democracia e, vai daí, quer um confronto face-to-face.
É certo que, a alfinetada, em jeito voodoo, acertou no coração do boneco, mas - pergunto eu - necessitaria o PND de uma derrota (de tamanha exposição), antes mesmo das eleições?

A equipa alarga-se 

Temos, desde hoje à meia-noite, mais um sócio do Bar. Bienvenue Pedro! E, atenção, não confundir pedro com Pedro.
Agora somos:
. Miguel
. Diogo
. pedro
. Pedro


Ó Pedro, para primeiro post, chamar logo camarada àquele senhor... Às vezes custa tanto ser democrático.

Os fantasmas perseguem-nos! 

Ontem assisti a um debate com o camarada Pina Moura, o tema era o estado da economia Portuguesa, estranhei só ouvir falar de política internacional, mas de qualquer maneira consegui tirar uma lição.
A propósito de política internacional, comentava-se o políticamente correcto, as opções políticas condicionarem o futuro e enquanto não se encontrar uma solução política para o problema Palestiniano, o terrorismo terá terreno fértil para germinar.
E continuava-se, os Povos descontentes com as opções políticas, aqui não se esclarecendo se as de índole de política externa ou económica, mas insinuando a preferência pela primeira explicação, votaram como forma de protesto nas oposições. Em Espanha e em França à esquerda, na Grécia à direita.
Se vertermos estes ensinamentos de alta política para o plano nacional, então teremos, não se deve tomar a opção política de negociar orçamentos em troca de um queijo, senão o povo na sua infinita sabedoria mostra-nos um cartão amarelo.
A lição é, os fantasmas perseguem-nos!

terça-feira, março 30, 2004

Ainda a lucidez 

Sem querer ser repetitivo, andará Saramago em pré-campanha eleitoral?
Se assim for, sempre se poderá entender a lucidez do seu pensamento como um convite ao eleitorado comunista, para que vote em branco.
Mais - os que queiram votar no Saramago, que o façam em branco, em cumprimento das orientações da cúpula do partido... Será?
Por mim, tudo bem!
Na minha aldeia chamar-lhe-iam "taralhoco"!

Ensaio sobre a... INSENSATEZ! 

José Saramago além de acérrimo comunista, sempre apoiante de Álvaro Cunhal (na sua essência mais radical e usurpante de liberdade - casos da ex-URSS e de Cuba, só para citar alguns exemplos), ficou ilúcido. Insensato. O "Ensaio sobre a lucidez", ao apelar ao voto em branco, revela uma vertente anarca e de ideologia mesquinha - se não os consegues vencer justamente tenta o outro modo - de Saramago. Pouco lúcido, o escritor sofrerá, possivelmente, de algum problema mental, senão veja-se: aceita candidatar-se às eleições Europeias pelo PCP e apela ao voto em branco. Claro que, nestas circunstâncias de difícil explicação, os comunistas optam por não se manifestar. Adoptam a liberdade do povo Albanês, isto é, pensam mas ficam calados. Saramago ensandeceu, possivelmente, motivado pela aridez da ilha de Lanzarote (de paisagem agreste, vulcânica e com pouca vegetação). Falta vida à paisagem, tal como ao escritor. Um escritor que, vive desafogadamente - tomemos como exemplo Fidel Castro - e tem a sua família a viver em condições limiares de pobreza - tomemos como exemplo o povo cubano. Saramago devia, isso sim, escrever um livro em branco. Talvez, desse modo, explicasse a barbárie de alguns Governos comunistas por esse Mundo. O branco do livro serviria de metáfora à liberdade de expressão inexistente nesses países...

segunda-feira, março 29, 2004

Passos contraditórios! 

Passo 1: João Soares fez um apelo, para a participação maciça do "povo de esquerda" nas eleições Europeias, para o PS alcançar a vitória.
Passo 2: João Soares anunciou a sua candidatura à liderança do PS, no próximo Congresso.
Pergunta: Porque será que o paizinho não lhe explicou, em jovem, que não se podem pedir coisas opostas, em política, muito seguidas umas às outras?
Resposta interrogativa: É que, se o PS tiver um bom resultado nas Europeias, é Ferro que ganha. Como se pode, depois, ir a Congresso apresentar uma candidatura para derrotar aquele que até ganhou as últimas eleições?

1000 bebidas 

Na passada sexta-feira, exactamente um mês e dez dias depois de ter sido inaugurado, o Bar do Moe, nº 133 alcançou as 1000 visitas. Obrigado aos visitantes. Como prova de consideração, pela vossa preferência, declaro bar aberto durante esta semana!...

sexta-feira, março 26, 2004

Bácoras presidenciais 

O 'O Independente' tem uma recente rúbrica intitulada 'pratododia', na qual entrevista figuras públicas, acerca dos mais variados temas. A "ementa" desta semana apresenta Raúl dos Santos, social-democrata, Presidente da Câmara Municipal de Ourique. Das pérolas do seu menu cultural destaca-se o facto de:
- a obra literária 'Amor de Perdição' ter sido escrita por Eça de Queiroz(!), ao invés de Camilo Castelo Branco;
- de o rio Guadiana nascer algures no concelho de Mértola (portanto deve ter-se naturalizado português, já que a sua origem é a Serra de Alcaraz, em Espanha);
- de Santana Lopes ser a terceira figura do Estado (portanto, a ordem seria, Presidente da República, Presidente da A.R. e, logo a seguir, Santana Lopes - AH! AH! AH!);
- de 'O Principe', de Maquiavel, ser uma obra desconhecida;
- de (para quem é Presidente de Câmara no distrito de Beja tinha obrigação de saber) existirem no distrito de Beja "140 e tal freguesias", ao invés das 100 existentes (100 até é um número fácil de memorizar!).
Enfim... Com esta me retiro por hoje. Acho que vou ler o 'Memorial do Convento', de Machado de Assis e, contemplar a beleza da nascente do rio Tejo na Serra de Sintra...

Um 11 em pleno 'Euro 2004' e antes das Europeias. Mau presságio? 

Estas coincidências ilógicas, por vezes, fazem pensar. Os ataques terroristas a dia 11 (NY e Madrid) é uma dessas coincidências. Em Espanha o 11 de Março decidiu umas eleições - realizadas a 14 de Março. As Europeias vão ser votadas a 13 de Junho. Esforcêmo-nos para não ser "presenteados" a 11!...

O tempo dos outros 

Saramago, em entrevista concedida a Judite de Sousa, chamou acólito e porteiro a Durão Barroso, em referência à natureza subserviente do apoio aos EUA na Guerra no Iraque, sendo que o alegado motivo da entrevista seria a publicação da sua mais recente obra literária...
Aproveitou para criticar a democracia instalada no país donde se "libertou" há anos, pois, disse, em suma, os interesses das pessoas são frequentemente esquecidos, sempre num tom de humanismo de "algibeira".
De algibeira porque, caso não saibam, um dos nossos "Nobel" nasceu numa aldeia do Distrito de Santarém (sabem o concelho?), onde tem familiares próximos a viver em condições sociais com mérito suficiente para que se escreva sobre elas...
E mais não digo!
Aceitem a verdade, e perdoem a ironia...

quinta-feira, março 25, 2004

Mais comedidos... 

Voltando às fotos dos jornais de hoje:
'Diário Económico', '24horas'(!?) e 'Público' foram mais comedidos. Usaram a mesma imagem de Blair, mas em páginas internas. Para a capa a escolha das fotos foi mais racional. Até o '24horas' foi racional nessa questão. É que, vende mais saber que "Elsa Raposo agride jornalista" do que, ver o Blair a apanhar sabonetes... perdão, papéis.

O Turismo de todos nós 

Não sendo propriamente um especialista em matéria turística (...), a criação do ITP surge numa lógica aglutinadora de vários serviços, como se sabe.
A questão da liderança de um órgão com tamanha relevância (refira-se a extinção do IFT...) assume, por isso, a importância que facilmente se antolhe.
Numa época em que os serviços do Ministério da Economia se acham em transformação, profunda e radical para uns, simplesmente necessária para outros, o ITP assumirá papel deteminante para o turismo nacional, sendo suficiente uma leitura "ziguezagueada" do último "PDT" para o perceber.
Como consequência da referida aglomeração de estruturas, o perfil de um tal "gestor" deverá ser alvo de uma reflexão ponderada sobre os objectivos inerentes ao desempenho das funções "ainda" a definir.
É, pois, com naturalidade que espíritos com tendência radicalizante servirão interesses que não turísticos...
Quanto aos nomes apresentados, ao que parece públicos, entendo não me pronunciar...
Porque o mais importante é o Turismo Nacional...!

Eu que até mandava o Blair para longe de Portugal, acho que alguns matutinos se enganaram na ironização... 

'A Capital', 'DN' e 'Correio da Manhã' mostraram-se, hoje, nada originais quanto à principal foto de capa - a imagem de Blair a apanhar um papel aos pés de Durão Barroso. Que não há inocência na escolha, já somos crescidos para entender. Mas querem provar o quê? Subjugação? Submissão? Então falamos de papéis invertidos ou pés trocados?

quarta-feira, março 24, 2004

Instituto de Turismo de Portugal 

Eu até falava aqui da luta pela liderança do ITP, mas há, aqui no Bar, quem esteja mais informado sobre esse assunto do que eu... Espero que aceites o desafio e escrevas aqui se, afinal, é Madalena Torres ou Diogo Tavares o nome de quem se segue. Ouvi dizer que o ministro da Economia aposta no feminino...

Racional 

Manuel Alegre diz, na revista 'Tempo', que "Cavaco Silva é um candidato forte". Claro que é, não é preciso ser poeta para o saber. Cavaco consegue o consenso, unindo pessoas de esquerda e direita. A poesia aqui vai ser vê-lo (ao poeta), daqui a uns tempos, a ter de apoiar o candidato indicado pelo PS. Ou será que não?...

Durão contente! 

Tony Blair está em São Bento. Why? Qual é a necessidade? 'Baza que ninguém te curte!'.

terça-feira, março 23, 2004

Silêncio 

...

segunda-feira, março 22, 2004

Ninguém entende...
Eras sempre tão indecisa... Porque o fizeste? Porque te foste embora? Como foste capaz?... E porquê? Eras uma pessoa fantástica! És fantástica! Sempre o foste. Todos gostavam tanto de ti! Mas agora, com o que fizeste, despedaças o coração de todos nós, dizendo-nos, deste modo tão bárbaro, que não sabias. Querias ser igual às tuas musas. Elas inspiravam-te e, eram tão tuas amigas. São! Porque nunca lhes disseste? Erro nosso, nunca te ter ensinado que a amizade é partilhar? Será que tinhas vergonha de nós? Onde estiveres vê bem, tantos que gostam de ti! Tantos! Ontem porque não pensaste nisso? Há dias em que, pura e simplesmente, não se entendem os porquês. Há dias em que nos sentimos derrotados sem ter jogado. Há dias que se tornam mais escuros que a própria noite. Infelizmente, há esses dias... e tu, antagonicamente, viveste-o!... Que bom que um dia eu te conheci!!!

sexta-feira, março 19, 2004

Coitados... Eles só tinham a boa intenção de informar os portugueses em primeira-mão... Oh... Depois ficaram envergonhados porque... errr... afinal não é bem assim. Schiiiiu!
Falo, claro, da TVI que abriu o Jornal Nacional com um eloquente e dramático "Pânico na Expo: Houve uma explosão na Gare do Oriente, mas não há feridos". Para mais adiante, no jornal, Manuela prometia mais desenvolvimentos. O estranho da situação era nenhum outro canal ter mencionado, sequer, tal facto. A RTP até abriu com uma notícia inócua - faz hoje uma semana do atentado.
Pois é, a TVI foi a única estação a dar esta notícia. A meio do Jornal Nacional a TVI lá baralhou e voltou a dar - a notícia. Afinal não era mais do que uma mala deixada num banco da estação do Oriente, que levou a comparecer ao local a Brigada Anti-armadilhas da PJ, que constatou ser uma mala vazia o objecto do "pânico explosivo sem feridos" da TVI. Alguém ouviu a TVI pedir desculpa pela notícia alarmante com que abriu o noticiário?

Que bem que eles se dão...
Em Oliveira do Bairro o PSD quer afastar o CDS/PP da presidência da autarquia e, afirmam, nem querem ouvir falar em coligação. Mas quem foi que disse que o CDS/PP queria?

quinta-feira, março 18, 2004

Houve quem não gostásse das bebidas do Bar...
Uma pessoa que me é especial escreveu-me a criticar o teor dos meus dois últimos posts. São críticas que aceito, mas com um conteúdo com o qual, maioritariamente, não concordo. Mas, para provar que não sou extremista (nem tão tendencioso como me tentam pintar) e que valorizo muito a liberdade de expressão, aqui fica o texto na integra. Há, contudo, uma afirmação - "Pois deixe-me dizer-lhe uma coisa, meu caro amigo, A DIREITA EM PORTUGAL NÃO EXISTE!" - que não deixo escapar e, em jeito de brincadeira, eu pergunto-lhe, minha cara amiga, já informou o Dr. Louçã disso? E o Dr. Carvalhas? E o Dr. Ferro?...

Aqui fica na integra a sua reclamação:
"VOU DEIXAR DE LER O TEU BLOG!!!
Cada vez mais, a cada dia que passa, ele se tornou mais 'politizado' e pior mais 'tendencioso'! Já quando escrever era a tua profissão eras tendencioso, mas tentavas sê-lo de modo discreto, mas agora que passaste a ter direito ao 'free speach', estás impossível!
A direita em Portugal é o melhor que há! O PP é a quinta maravilha do mundo! Pois deixe-me dizer-lhe uma coisa meu caro amigo, A DIREITA EM PORTUGAL NÃO EXISTE! Nem direita, nem esquerda... Vivemos num país onde nada nem ninguém, sabe o que anda a fazer! Tem tanta razão o BE como o PP! Não há melhores nem piores maneiras de lidar com o terrorismo! Se existe alguma medida a tomar, é precaver! Isto é, é formar polícias como deve ser, polícias que, efectivamente, defendam os cidadãos e não que os controlem e manipulem. É transmitir uma sensação de segurança ao dito 'Zé Povinho' que a única coisa que quer é ter a sua casa e o seu carro e o seu emprego e a sua familia e que mais ninguém o chateie! As opiniões convictas e fundamentalistas que fiquem para os que não têm poder! É tão fundamentalista ser do PP quanto ser do BE, são dois partidos que coitadinhos não aquecem nem arrefecem, só servem mesmo para chatear a oposição. Esta é a sua função. Ora que tu defendas tão afincadamente o PP eu até entendo, que ataques tão ferozmente o BE eu até relevo... Mas dizer que as coisas, e passo a citar: 'também eles concordam que isto não está assim tão mau', isto tira-me verdadeiramente do sério!!!
Experimenta ficar doente! Experimenta a sensação que é descontares para o Estado anos e anos a fio uma grossa parte do teu ordenado e no dia em que precisas de ser operado dizerem-te: 'Olhe se tiver um seguro de saúde posso operá-lo amanhã numa clínica privada, senão pode ficar aqui dois anos em lista de espera!'. Pode ser que nessa altura não sejas tão defensor do teu querido governo!
E não me venhas com tretas do género - 'Isso é a herança de 8 anos de esquerda no poder', porque antes de me responderes isso eu vou ter de te dizer que esses 8 anos já foram herança de outros 8 de Cavaquismo!
Como sabes não me interessa a política, não sei o nome dos ministros nem tudo o que eles dizem, fazem e defendem e, muito sinceramente, não me interessa! Mas fico irritada com as coisas que vejo. E hoje fiquei irritada com o que li, escrito por ti! Não, a TVI não fez mal em fazer aquela reportagem, nem sequer deu ideias aos terroristas, isso é a mesma coisa que dizeres que as crianças não podem ver violência na televisão porque depois vão para a escola fazer o que viram. A TVI limita-se a mostrar ao tal 'Zé Povinho', que só quer fazer o seu dia-a-dia descansado, que se alguém quiser cá chegar e fazer o que fez em Madrid, o faz com a maior das facilidades, e isso é que deve ser evitado! Mas faz aqui e faz em qualquer parte do Mundo! O problema está exactamente aí! Agora, se a culpa é do DB por ter cedido os Açores para a famosa cimeira de apoio ao Bush, eu acho que não é, embora seja completamente contra a cimeira ter existido! Portugal foi-se meter onde não era chamado. Tal como os EUA se meteram no Iraque onde, claramente, não eram chamados...
Não acho que Portugal agora de repente passe a ser um alvo dos terroristas, mas claro se acontecer alguma coisa vozes não hão-de faltar a dizer que a culpa é do Rock in Rio e do Europeu... Afinal já aqui há uns anos se falou que a Expo 98 ia ser algo péssimo para Portugal, olha sabes que mais, não foi. Se mais não fez transformou uma zona da cidade que estava completamente abandonada, num sítio (se calhar o melhor sítio) para se viver bem em Lisboa!
Se o teu querido Governo (e a própria Oposição) se preocupassem mais com os verdadeiros problemas da sociedade em Portugal, se se preocupassem mais com o défice, se se preocupassem mais com o bem estar dos portugueses... deixem lá os terroristas, o pânico está lançado, mas preocupar as pessoas com isso é tão útil como sonhar todas as noites que um terramoto vai voltar a atingir Lisboa... Valeu-nos o Marquês de Pombal nessa altura... e agora quem nos vai valer? O PP? Hum... não me cheira!!!
E tinha muito mais para dizer, mas a esta altura do campeonato já tu estás a abanar a cabeça e a pensar que eu não percebo nada disto...".

Ontem na Assembleia da República...
... não gostei de ver a minha segurança - leia-se prevenção ao terrorismo - a ser partidarizada. Acho mal. Sobretudo acho que não faz sentido. Vi um PS sereno e em sintonia com o Governo nesta matéria, mas vi um BE e um PCP a falar com o ministro num tom demasiado aceso. Não gostei de ver essa oposição tão "alfineteira" para com Figueiredo Lopes. Parecia que o ministro não falava em combater o terrorismo, mas em exultá-lo...
E por falar nisso, ainda não vi ninguém perguntar ao Bloco se eles estão contra um ataque terrorista fascizante ou democrático. Aliás, ainda não os vi explicar o que é isso. Será porque já ninguém lhes liga nestes devaneios incoerentes?

Nota: Já agora, parabéns à TVI por ter conseguido provar, a hipotéticos terroristas, que abandonar malas no Aeroporto de Lisboa funciona.

Admirei-me...
... quando vi os novos cartazes do PS a mostrarem um cartão amarelo a Durão Barroso. Amarelo!? É certo que, se fosse vermelho, o BE ou o PCP ainda vinham reclamar a usurpação da cor. Mas amarelo é um bom sinal. Sinal de que, de vez em quando, um raro fenómeno de sensatez atinge os socialistas e que, pelos vistos, também eles concordam que isto não está assim tão mau.

quarta-feira, março 17, 2004

O problema de se chamar Luís Filipe
Benfica, Saúde e Selecção. Vieira, Pereira ou Scolari. Em comum o nome. Em comum a incógnita de sucesso. Em comum a desconfiança da capacidade em alcançar os objectivos a que se propõem.

ESPANHA MARCA
Decerto que muitos já viram, nas páginas de jornais e revistas, um anúncio que mostrava um pé (supostamente de um peregrino) com uma ligadura em volta e com o seguinte slogan apenso: "Espanha Marca". Espero que o bom senso retire esse anúncio das páginas respectivas.

terça-feira, março 16, 2004

Um mês - 697 visitas
Superou as expectativas. Ao fim de um mês de existência o nosso Bar do Moe, nº 133 atingiu a brilhante marca de 697 visualizações. O nosso muito obrigado a quem nos lê e nos dá ânimo para tentar ser cada vez melhores.

segunda-feira, março 15, 2004

Um mal nunca vem só
Zapatero ganhou as eleições em Espanha muito à custa dos ataques serem de origem Al-Qaeda.
Se fosse em Portugal?
Ferro Rodrigues seria eleito!...
Deus nos livre e guarde!!!

sexta-feira, março 12, 2004

A politização do atentado
Claro que só depois de domingo é que Aznar vai dizer realmente que não foi a ETA a autora deste atentado. Domingo são as eleições. Aznar, hoje, em directo, falava na televisão, dizendo que não tinha a menor dúvida de que tinha sido a ETA a responsável pelo atentado. Obviamente, a Aznar não convém aceitar que foi a Al-Qaeda, para que o PP não venha a ter uma derrota inglória, no próximo domingo de eleições legislativas. O PP foi o mais forte combatente da ETA de que há memória. Se realmente se defender a versão ETA, o desejo de vingança popular fará os espanhóis votar, precisamente, no partido que mais luta deu aos separatistas bascos - o PP. Dizer que foi a Al-Qaeda, retira este desejo de "fazer justiça", dando-lhe um negativo (para o PP). O PSOE aproveitar-se-á do facto ao ter dito 'que estupidez apoiar a invasão do Iraque. Agora, aqui têm, estas são as consequências'. Tristemente os atentados politizaram-se de ontem para hoje. A vergonha é não evitar isso.

quinta-feira, março 11, 2004

Reacção do BE ao 11 de Madrid
Li, com bastante espanto, o teor do comunicado do BE em relação aos atentados de Madrid, mais concretamente a seguinte frase: "O Bloco de Esquerda condena este acto criminoso e fascizante (...)".
O BE reconhece que foi uma acção criminosa, mas recusa-se a apelidar "o acto" de terrorista. Nesta troca de designação não há inocência. Afinal de contas, o que é um acto terrorista fascizante? Será que na mesquinhez de pensamentos deste Bloco há lugar a actos terroristas fascizantes por oposição a actos terroristas democráticos? Lá dizia o Dr. Louçã em tempos idos de 1996: "Não quero fazer carreira política". Realmente é pena que não tenha cumprido tal desígnio. Claramente, como político, não tem jeito nem razão de ser. É um erro de casting!

Nota: A SIC divulgou agora que, uma carta enviada a um jornal egípcio, reivindica a autoria do atentado à Al-Qaeda. A TVE ainda não o disse. Resta-nos aguardar...

quarta-feira, março 10, 2004

Quem é que entrou no Hospital da CUF para fazer uma cura alcoólica?
Dou cinco pistas:
É mulher.
É (era?) jornalista, mas já há muito que não se vê nos ecrans.
Tinha queda para fazer boas entrevistas televisivas.
A última vez que a vi achei-a demasiado obesa.
O Paulo Camacho tem um atrito com o marido dela.
Quem será?

E viva o Porto
Embora não seja do FCP tenho que dar os parabéns ao Mourinho e aos seus guerreiros, incansáveis na hora de lutar contra as adversidades e virar o resultado. Parabéns FCP. Voltando ao que interessa, espero que o Glorioso Benfica também ganhe.

Portugal abstinente - estatísticas demonstram 70% de abstenção
Jorge Sampaio anunciou ir gastar entre 200 a 500 mil euros para fazer uma campanha de incentivo ao voto nas próximas eleições europeias. Tudo porque, como já aqui referi várias vezes, houve um erro de casting na marcação conjunta da data das eleições - um fim-de-semana prolongado, de verão, e com o Euro 2004 a decorrer... Acho que o maior incentivo seria distribuir esse dinheiro à boca das urnas. Aí sim, veriamos qual o país europeu com menor abstenção.

Bravo, Heróis!
Que grande salto, que grito tão prolongado, que euforia tão fantástica... Tudo na minha sala. Um "É agora!" antecedeu o momento, querendo adivinhá-lo. Dedos cruzados, um rápido e silêncioso olhar para o infinito, em busca de ajuda divína, e, novamente, olhos colados na televisão. O livre é marcado e... euforia total!
Parabéns Mourinho! Parabéns aos jogadores! Autênticos Heróis num momento memorável. Fantástico Clube Português! ! !

Voa Campeão!
Aos que confundem arrogância com audácia, prepotência com vontade de vencer, Mourinho deixou aos criadores, em Manchester, uma lição de humildade, da qual resulta, afinal, que o sonho ainda pode comandar a vida.
Querendo procurar, encontraremos semelhanças com a nossa vida social, económica e política. Resta-nos aprender... Será isto "um" Sistema?

terça-feira, março 09, 2004

A Cruz Vermelha ficava-lhe tão bem...
Há dias em que não há nada para dizer. Não, eu não comento as declarações do Dr. Soares, porque ele só fala com mortos ou moribundos - Mota Pinto, Lucas Pires, Cunhal... Eu, se não tivesse o mínimo respeito por ele, dizia-lhe para ir para um lar de terceira idade, se possível, daqueles pertença da Cruz Vermelha. Mas como eu sou um gentleman digo-lhe apenas que não é preciso ter tanta ânsia de debater com mortos e, assim, não comento.

segunda-feira, março 08, 2004

Eu também não comento a pedofilia porque o "Ministro" ainda não foi indiciado...!

Inócua
Não comentei aqui no Bar a lista do PS às eleições Europeias. Por não ter substância...

O caça tachos
Comentário merece o facto de Fausto Correia, um dos nomes da lista do PS às Europeias, ao verificar que já tinha garantido o cargo em Bruxelas (pela posição elegível que ocupa na lista) ter vindo a público dar a maravilhosa notícia de que quer ser candidato, em 2005, à Câmara de Coimbra. Ainda nem foi e já quer voltar. Isto será uma ânsia desmedida de fazer política?

Turismo - que destino?
Aproveito para inaugurar as minhas participações neste "sítio", comentando as declarações do Sr. Secretário de Estado do Turismo.
Parece que o Turismo deixou de ser uma prioridade nacional. Parece que, inoportunamente, o sol deixou de brilhar nos nossos céus. Por efeito da incompetência desmedida da nossa classe política, parece que as praias portuguesas deixaram de ser das mais belas da Europa.
Resta-nos a boa notícia do cumprimento do Pacto de Estabilidade e Crescimento...
PCJ

Hoje é Dia da Mulher
Que estupidez! Mas por que carga de água há um dia da mulher? Esta data é mais uma celebração comercial e vazia de significado! As mulheres lutaram pela igualdade. Conseguiram-na. Merecem-na. Mal seria se as mentalidades não tivessem mudado. Mas, se querem mesmo igualdade, não há porque terem um dia dedicado exclusivamente a elas. Parece que hoje é o único dia em que se dá atenção às mulheres. Se querem ser iguais não há porque ser distinguidas. Os homens não tem um dia. Porque não precisam, todos os dias o são (não resisti a este toque machista). Enfim, acho desnecessário! Todos os dias são da Mulher e do Homem!

O iogurte de Caria
Curioso e engraçado um blog que encontrei e que defende: "Abaixo o chispe, viva o iogurte!". Nele é tratado o dia-a-dia de Caria, uma vila do distrito de Castelo Branco, próxima "do Belmonte do Pedro" (aquele que descobriu o Brasil em 1500). Ao averiguar descobri que Belmonte tem cinco freguesias: Belmonte, Caria, Colmeal da Torre, Inguias, Maçainhas. Não encontrei nenhum chispe freguês. Porque não, então, abaixo as e(i)nguias viva as mass(çainh)as? É uma sugestão apenas humorística.

sexta-feira, março 05, 2004

Três pequenas notas apenas para:
1. O caderno de Economia de um semanário da zona da Almirante Reis, traz na capa uma entrevista com o Secretário de Estado do Turismo, Luís Correia da Silva. Apenas, comentar a afirmação que dá título, quer à capa, quer à peça no interior - "O turismo não é a salvação do País". Depois de ler fiquei triste. Eu e mais 10 milhões de portugueses. É menos uma bóia...
2. A filha da Super-Tia Cinha não teve educação suficiente? Despejar um extintor, ainda por cima num quarto alheio e provocar o maior dos alaridos no interior do hotel, não é de pessoas crescidas. Berço, postura e responsabilidade (entre muitas outras coisas), não se compram.
3. Apenas, comentar o estranho facto de já ter recebido umas quantas visitas aqui no Bar, by Google, com o seguinte motivo de pesquisa: Lili Caneças + Herman. Será que andam aflitos para ver o que se comenta, porque o pós-cena da Lili foi uma dissimulação?

quinta-feira, março 04, 2004

'A desilusão de Herman'
Vale a pena ler um post do Depois da Noite intitulado 'A desilusão de Herman'.
Aqui fica um excerto: "O brilhante Herman José da minha infância e adolescência já não existe. Agora parece apenas um cómico barato, que se rodeia de bailarinas nuas, se veste de mulher ou faz os seus colegas vestirem-se dessa forma, que apenas diz piadas sobre sexo, como se não existisse outro tema, que não tem poder de crítica social e que já não tem coragem de se assumir como um contra-poder, de assumir o humor como um eco das injustiças e dos abusos..."

Saudações de "Dragão"
Tenho de deixar aqui os meus parabéns ao Moreira, pela excelente exibição que proporcionou a passagem do Benfica à próxima eliminatória da Taça Uefa. E ao Nuno Gomes... ensinaram-lhe mal como é que o João Pinto faz!...

Macacadas
Vá-se lá saber como, por vezes, fazemos associações de ideias, que nos levam a recordar certas outras coisas, sem dar por isso. Estava eu aqui num zapping de internet e, no site de uma câmara municipal, lembrei-me do Gervásio. Aquele chimpanzé que já sabe fazer a separação do lixo. Recordei-me de imediato da mítica frase de Sousa Cintra, em directo na TSF, há alguns anos:
"Agora parti aqui o vidro do meu carro, pá... Que ganda porra!" - estava a atirar fora uma garrafa de água e não reparou no vidro fechado. A isto chama-se...???

quarta-feira, março 03, 2004

Resposta ao post 516 e 517
Li no Bloguítica que quem defenda Paulo Portas, na sua acusação a Louçã (por se pautar por um "terrorismo intelectual"), é um caramelo. Pois é, caro P. Gorjão, de Badajoz não sou e, caramelos, tal como essa expressão, confesso que me são indiferentes, mas cabe aqui explicar-lhe o que está em causa. "O que não se explica às pessoas, e isso é que é grave do ponto de vista da substância, é que em 1982 a lei era totalmente proibitiva. E eu tive uma atitude, liberal se quiser, que foi dificilmente compreendida em sectores onde eu partilhava opiniões políticas na área do centro-direita - havia muita gente que não pensava como eu e ainda hoje não pensa como eu - mas eu defendia uma posição mais moderada, uma posição mais aberta uma solução que veio a ser encontrada, aliás, no quadro da lei de 1984 onde há excepções". As palavras são do próprio ministro. Mas para que entenda melhor:
"Em 1982 a lei portuguesa criminalizava qualquer circunstância relativa ao aborto e eu sempre entendi que, as mulheres que abortavam, em resultado de uma violação, em resultado de uma má formação do feto, em resultado de risco de vida para a mãe, tinham de ser tratadas e consideradas de uma forma muitíssimo especial por razões de humanidade evidente e, portanto, nunca defendi a penalização em todas as circunstâncias. O Dr. Louçã não diz que este artigo é de 1982, quando a lei era proibitiva em todas as circunstâncias. Eu lutei por uma certa abertura da lei e fui sempre a favor da solução de 1984 e mantenho-me hoje a favor da lei de 1984". O que Louçã não disse ao país (não convém) é a parte que está a bold. Percebe agora que, afinal, mesmo não concordando com a expressão, há uns rebuçados que ainda nos explicam umas coisas...

Ó Doutor Louçã, o senhor já se cagou todo?
Tenho aqui umas fraldas conspurcadas pelo seu assento, agora parlamentar, da altura em que o senhor tinha algumas posições radicais perante outros pirralhos. O senhor comia Cerelac, uma comida burguesa, enquanto que aqueles que defendia comiam "sopas de cavalo cansado". Alguma vez molhou pão no vinho e comeu à colher, Sr. Dr.? As fraldas podem provar que a merda é diferente!...

terça-feira, março 02, 2004

O meu próximo destino de férias...
No próximo fim-de-semana, se quiser conhecer outras "civilizações e culturas", viaje até Marco de Canaveses para ver, in loco, algumas espécies em vias de extinção.
O "Avelinostropiteco" Torres uma espécie da linhagem dos autarcas (em vias de extinção em Portugal) é a atracção principal. Se tiver oportunidade não deixe de passar nesta "lindíssima" terra e aproveite para visitar algumas das atracções locais que indicamos a seguir.

Espectáculos a não perder- Jogos de Futebol no estádio "Avelinostropiteco" Torres, onde tudo é permitido. Aconselhamos a levar alguma protecção e material pesado de arremesso. No fim do jogo é tradição entrar no relvado e dar pauladas no árbitro e nos fiscais de linha (uma experiência libertadora). - 75 euros

Câmara de Marco de Canaveses- Local ideal para passar uma tarde e experimentar a especialidade: O famoso pontapé no cu!... - 20 euros

Falar pessoalmente com "Avelinostropiteco"- Uma verdadeira experiência enriquecedora, ao nível do dialecto. Este ser provoca sentimentos nunca antes experimentados por um ser humano. (Aconselhamos a fazer uma marcação prévia para conseguir 30 min. de dialectos com este autarca.) - 60 euros

Avelino Torres só ao pontapé
Quem viu ontem, na TVI, o autarca Avelino Ferreira Torres dirigir-se à pivôt principal da TVI, Manuela Moura Guedes, provavelmente pensou que estava a ver uma nova série de comédia da estação católica. Puro engano!!!
Pela primeira vez vi Moura Guedes conter-se até ao limite, para não insultar o seu entrevistado. A sua expressão dizia tudo... Este gajo só ao pontapé!!!
Ainda à noite, na SIC, Paulo Camacho também perdeu a paciência - embora de forma mais contida que Moura Guedes - com o seu convidado. Camacho, já irritado, pergunta: "Mas afinal quem é que é o burro?"
A prestação deste "ilustríssimo" autarca provocou variadas reacções em todos os quadrantes da sociedade portuguesa, excluindo um. Pacheco Pereira chamou-o de “hooligan” e “arruaceiro”, Gilberto Madaíl ficou abismado com as suas declarações - quem é que não ficou – mas, curiosamente, o CDS/PP não quis comentar as polémicas declarações deste presidente de câmara de Marco de Canaveses, por entender que não envolve o partido. Porque será?
Diogo Martins

Os americanos a jogarem ao 'Risco'
A África do Sul negou conceder-lhe asilo político, a República Centro Africana recebeu Aristide. O ex-presidente do Haiti está num palácio em Bangui, está vivo, e diz ter sido raptado pelos marines dos Estados Unidos. Agora a América Central ataca o Congo...

Um lunático ao estilo Fidel - quero, posso e mando!
Avelino. Que nome mais bem colocado para definir uma ave rara. Um energúmeno que apenas consegue ter votos num país onde ainda existem muitos "analfabrutos", apesar de estarmos já no século XXI... Desde logo surgiram uns quantos, acérrimos defensores da atitude, de um cidadão sem o mínimo perfil para ocupar o cargo que ocupa. Quem assim age e não reconhece o erro é ignóbil. Depois que vemos nós? Uns quantos agentes da GNR, com idade para a reforma, a policiar um jogo. E que fazer quando o prevaricador é o presidente que dá nome ao estádio e a tudo o que é rua em Marco de Canaveses? Eu penso que lhe deveriam ter verificado o grau de alcoolemia (tal como foi imposto por José Luís Arnaut para o Euro 2004). Um autêntico ditadorzeco, digno de um país de terceiro mundo!...

segunda-feira, março 01, 2004

Remodelação antes do Euro-2004
Durão vai mesmo remodelar o seu executivo antes do Campeonato da Europa. O primeiro-ministro quer entrar no Euro com ministros "fresquinhos", para dar uma lufada de ar fresco ao seu inoperante Governo. A delicada operação de cosmética da coligação vai acontecer entre Maio e Junho. Celeste Cardona, Figueredo Lopes, Pedro Roseta, Amílcar Theias e Luís Filipe Pereira são os principais alvos a abater.
Diogo M.

A Marisa ganha?!...
Cavaco Silva é o preferido para suceder a Jorge Sampaio, segundo uma sondagem publicada pelo maior semanário de Paço de Arcos e, também divulgada, pela estação de televisão de Carnaxide. Cavaco ganhará a Guterres por 6%, ao octogenário Soares por 10% e a António Vitorino (mas alguém lhe terá perguntado se ele queria ser aqui metido?) por 9%. A propósito disto vi uma sondagem engraçada no Sentinela Garupa. De que cor será Marisa Cruz?

A brincar, a brincar...
Lili Caneças ontem disse, quiçá, a maior verdade da sua vida acerca do Herman José. Afinal, depois desmentiu tudo. Mas porque é que, grande parte das pessoas que assistiam ao programa, se interrogaram se o que tinham visto era ou não encenação? Porque Lili disse o que muitos acham do Herman. O que Lili disse é a pura realidade, só que foi dissimulada para brincadeira!

This page is powered by Blogger. Isn't yours?